Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Instituto Estadual de Florestas - IEF

Projeto ASAS – Áreas de Soltura de Animais Silvestres

PDFImprimirE-mail

O projeto Asas, parceria entre o Instituto Estadual de Florestas (IEF) e IBAMA/MG, tem a finalidade de aumentar o número de propriedades rurais propícias a soltura de animais silvestres em Minas Gerais. O programa identifica terrenos que possuem estrutura adequada para receber os animais. Para isso, são realizados levantamento faunístico, caracterização e avaliação da propriedade.

 

A programa surgiu após a constatação que a fauna silvestre brasileira vem sendo alvo de todo tipo de agressões praticadas pelo homem como o tráfico de animais, desmatamentos, expansão urbana, espécies invasoras, entre outras, há séculos. Tais ações veem gerando sensível perda de habitats e fragmentação de ecossistemas, acarretando drástico declínio nas populações de animais silvestres em todos os biomas do país e consequente perda da diversidade biológica.

 

Para se ter ideia do número de animais que poderiam estar vivendo em condições irregulares, só em 2009 cerca de 16 mil animais foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres do IBAMA em Belo Horizonte. Sendo que, cerca de 90% destes é representado pelo grupo das aves e a grande maioria originada do tráfico de animais silvestres. A destinação destes animais e os procedimentos de soltura tornam-se valiosa ferramenta, desde que conduzidos com os critérios técnicos intrínsecos à atividade.

 

Objetivo final

 

Com base na Instrução Normativa 179, de 25 de junho de 2008, e visando o retorno de grande parte dos animais silvestres apreendidos à natureza, o órgão ambiental realiza um processo de quarentena, triagem e reabilitação, onde são realizados exames clínicos, laboratoriais e marcação dos animais. Feito isso tudo e selecionado as áreas propícias a soltura, os animais são libertados, sempre priorizando sempre o bem estar dos animais assim como devolver a estes, a chance de cumprirem o importante papel que têm na manutenção do equilíbrio ecológico através de populações viáveis.

 

Como participar

 

As propriedades rurais serão selecionadas a partir da manifestação voluntária de proprietários interessados em participar do projeto, através do cadastro no link abaixo:

 

Clique aqui para fazer o cadastro de sua propriedade rural no Projeto ASAS 

 

Após a conclusão e envio do cadastro

 

Após o envio do formulário de cadastro, as próximas etapas a serem cumpridas são:  

 1. Avaliação das informações fornecidas no formulário e avaliação da área quanto ao estado de conservação da vegetação nativa, conectividade, proximidade de adensamentos populacionais e Unidades de Conservação, entre outros, por meio da verificação de imagem de satélite da área. Nesta etapa a área poderá ser pré-aprovada ou indeferida, o que será comunicado por meio de Ofício.

2. Agendamento de uma visita in loco - caso a área seja pré-aprovada na etapa anterior – para realização de vistoria e levantamento das características da área e da avifauna local. Nesta etapa a propriedade será definitivamente aprovada ou indeferida, o que também será comunicado por meio de Ofício. No caso de aprovação, o proprietário será convidado a assinar Termo de Compromisso e lhe será solicitada a construção de um viveiro de aclimatação segundo especificações do Projeto.

Contudo, devido ao grande número de cadastros realizados no estado de Minas Gerais e a reduzida equipe técnica disponível para a análise, vistoria e levantamento das áreas, informamos que atualmente não é possível estabelecer um prazo para a conclusão do cadastro. Mais informações podem ser obtidas através do email   Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.   .

 

Normatização

 

 
Perguntas frequentes: clique aqui

 


 

IEF|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades