Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Instituto Estadual de Florestas - IEF

Nova edição do “Diálogos com o Produtor Rural” é realizada em Almenara

PDFImprimirE-mail

Fotos: Divulgação/IEF
diálogos com o produtor rural almenara 
O programa atendeu 34 produtores rurais e esclareceu dúvidas relacionadas ao meio ambiente

 

Produtores rurais de Almenara, no Vale do Jequitinhonha, foram recebidos nesta quinta-feira, 13 de novembro, por técnicos do Sistema Estadual de Meio Ambiental e Recursos Hídricos e da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) durante a 4ª edição do Programa Diálogos com o Produtor Rural. O evento realizado na Câmara Municipal, no Centro, teve o objetivo de esclarecer dúvidas relacionadas à regularização ambiental e ao agronegócio.

 

A iniciativa, lançada em setembro pelo Governador Romeu Zema, já chegou a Araguari, no Triângulo Mineiro; Montes Claros, no Norte de Minas; e em Ladainha, também no Jequitinhonha. O programa visa minimizar a distância entre o produtor rural e as instituições governamentais, promovendo interação e desenvolvimento sustentável, além de desenvolver e diversificar a economia do Estado.

 

“Esperamos que os eventos do Programa Diálogos com o Produtor Rural possam encurtar a distância entre o órgão ambiental e os produtores rurais. A expectativa é dar a eles um dia de atendimento técnico, esclarecendo dúvidas sobre procedimentos e encaminhamentos”, explicou o supervisor regional de Florestas e Biodiversidade Nordeste (URFBio Nordeste) do IEF, Mário Lúcio Pena, um dos organizadores do evento.

 

Durante todo o dia foram atendidos 34 produtores rurais, sendo 17 pelo IEF, I2 pelo Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) e cinco pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad). “As dúvidas mais comuns nessa edição foram relacionadas à Autorização de Intervenção Ambiental (AIA), queima controlada e Intervenção em Área de Preservação Permanente (APP)”, disse Mário Lúcio. Por parte do Igam, as dúvidas estavam relacionadas aos critérios para solicitar outorga e dúvidas sobre o uso insignificante de recursos hídricos. Já no balcão da Semad, o tema recorrente foram os critérios de fiscalização que serão adotados na região.

 

Os produtores também interagiram e esclareceram dúvidas com as instituições vinculadas à Seapa: Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater) e o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA); além da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e da Polícia Militar de Meio Ambiente.

 

Para o superintendente de desenvolvimento social e ambiental da Seapa, Rodrigo Fernandes, o programa é fundamental porque esclarece a agenda contínua entre o sistema de agricultura e meio ambiente, em favor do desenvolvimento rural sustentável no Estado de Minas Gerais. “É uma oportunidade singular de levar aos cidadãos a informação e sanar dúvidas dos produtores, como licenciamento ambiental, outorga para irrigação e questões preponderantes para o desenvolvimento rural”, disse.

 

Ainda de acordo com o superintendente, o Sisema e a Seapa trabalham com o intuito de garantir que as normas cumpram o papel de sustentabilidade e também sustentem os pilares sociais e econômicos. “É imprescindível levar viabilidade jurídica ao produtor para que ele possa produzir de forma sustentável”, finalizou.

 

Durante o evento, o IMA e a Emater distribuíram panfletos e cartilhas informativas sobre a vacinação de animais, febre aftosa e de outros assuntos relacionados ao meio ambiente e agropecuária.

 

Wilma Gomes
Ascom/Sisema

 

IEF|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades